Casas onde helicóptero caiu são reformadas

A Helimarte, empresa dona do helicóptero que caiu na segunda-feira sobre cinco casas no Jardim Rincão, zona norte de São Paulo, começou a reformar os imóveis atingidos. Uma equipe da Prefeitura estava no helicóptero a serviço da Secretaria do Verde quando o aparelho caiu em cima das casas, que foram interditadas. O piloto Marcelo Stella, de 29 anos, morreu na hora. Os três passageiros e duas moradoras ficaram feridos. A empresa deu prazo de 10 dias para que as casas sejam liberadas aos moradores.

O Estado de S.Paulo

25 Janeiro 2013 | 02h07

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.