Casal Nardoni passa noite isolado em delegacias diferentes

Anna Carolina passou a noite deitada em um papelão, enrolada em um edredom levado pelos advogados

Solange Spigliatti, estadao.com.br

08 de maio de 2008 | 09h06

Alexandre Nardoni e sua esposa Anna Carolina Jatobá passaram a primeira madrugada presos em caráter preventivo nesta quinta-feira, 8, em distritos diferentes da Capital. Alexandre foi encaminhado para o 13ºDP, na Casa Verde, zona norte de São Paulo, e Anna para o 97ºDP, na região de Americanópolis, do outro lado da cidade. VEJA TAMBÉMImagens da prisão de Alexandre Nardoni e Anna Carolina Jatobá Leia a conclusão da Justiça sobre o inquérito policial'Nada muda' na defesa do casal Nardoni, dizem advogadosFotos do apartamento onde ocorreu o crime  Cronologia e perguntas sem resposta do caso  Tudo o que foi publicado sobre o caso Isabella   Depois que foram presos, Alexandre Nardoni e Ana Carolina Jatobá passaram pelo 9º Distrito Policial, onde assinaram documentos. Logo após, seguiram para o Instituto Médico-Legal para fazer exames. Só então foram levados para os distritos, já durante a madrugada, onde passaram a noite isolados. Na delegacia da zona norte da cidade, o pai de Isabella ficou sozinho em uma cela. Ele chegou por volta da 1h30 e passou uma noite de muito frio, segundo reportagem da TV Globo. A cela onde ele está é menor do que as outras que tem na delegacia. Há um colchonete, banheiro e chuveiro, bem diferente da outra em que ficou preso da primeira vez, onde não havia nem colchão. Esta cela em que Alexandre está agora é chamada de cela flagrante. Para lá, vão os presos assim que eles chegam da rua. Normalmente, os presos ficam nela por um dia ou uma noite e depois são colocado em contato com outros presos.  No caso de Alexandre, o delegado ainda não informou quando ele fará essa transferência e colocá-lo em contato com outros detentos. O que se sabe é que as portas de todas as celas são abertas para que os presos possam tomar sol. Ficam assim até 17 horas. O café da manhã já foi servido aos presos: pão com manteiga e leite. Alexandre deve ficar na delegacia ou até o dia do julgamento ou até que a Justiça decida pelo pedido de habeas-corpus. Esse pedido deve ser feito pelos advogados do casal.  Já a delegacia onde está presa Anna Carolina, a cela tem 18 metros quadrados, sem chuveiro e sem cama e os presos não podem sair para tomar sol. Segundo policiais, ela passou a noite deitada em um papelão, enrolada em um edredom que foi levado pelos advogados.Ela permanece em cela separada das demais presas. Durante parte da noite, ela leu a Bíblia e depois conseguiu dormir.  Quando chegou ao distrito, por volta da 1 da madrugada, as celas estavam vazias e só durante a madrugada, duas mulheres foram detidas, uma por desacato e outra por roubo. Além do edredom, Anna Carolina trouxe de casa uma tolha de banho e um pacote de bolachas. Já de manhã, por volta das 7 horas, foi servido o café da manhã, composto por café, leite e pão com manteiga.  De acordo com a polícia, Anna Carolina deverá ser removida para outro distrito ou para um Centro de Detenção Provisória no período da tarde. O juiz já marcou a data do interrogatório de Alexandre Nardoni e Anna Carolina Jatobá. Será no dia 28 de maio. Além dos réus, a Justiça também vai ouvir as testemunhas destacadas pela promotoria e pela defesa do casal.

Tudo o que sabemos sobre:
Caso Isabella

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.