Reprodução Google Street View
Reprodução Google Street View

Casal morre eletrocutado ao furtar cabos de alta tensão em Dobrada

Um terceiro suspeito teve queimaduras graves e permanecia internado na Santa Casa de Araraquara

José Maria Tomazela , O Estado de S.Paulo

25 Setembro 2018 | 14h46

SOROCABA - Um homem e uma mulher morreram eletrocutados quando tentavam furtar os fios de cobre de uma linha de alta tensão, na madrugada desta terça-feira, 25, na zona rural do município de Dobrada, interior de São Paulo. Um terceiro suspeito teve queimaduras graves e permanecia internado na Santa Casa de Araraquara. Um quarto integrante da quadrilha conseguiu fugir e estava sendo procurado.

De acordo com a Polícia Civil, uma tia da pessoa ferida procurou a Polícia Militar para relatar que havia cabos eletrificados soltos à margem da estrada vicinal que liga Dobrada a Santa Ernestina. Conforme o relato, além do ferido, uma sobrinha e o companheiro dela tinham sido atingidos por uma descarga e ainda estavam no local. A PM enviou uma viatura ao ponto indicado e encontrou os corpos ao lado de uma torre de sustentação do "linhão". Os policiais acharam também um alicate de pressão, usado para romper os cabos.

O caso passou a ser investigado como furto. Conforme a polícia, a quadrilha entrou no terreno de uma propriedade rural com um caminhão de pequeno porte que seria usado para carregar os fios. Durante a retirada dos cabos, três deles sofreram uma descarga de 69 quilovolts de tensão. O casal Alexandre de Oliveira Silva, de 42 anos, e Jucélia Regiane da Silva, de 36 anos, morreu na hora. Márcio Roberto da Silva, de 46, teve queimaduras em mais de 80% do corpo e foi levado ao hospital pelo outro integrante da quadrilha.

O quarto suspeito entrou em contato com a tia das vítimas, dando sua versão sobre o caso. Os corpos foram levados para perícia no Instituto Médico Legal (IML) de Araraquara. A Santa Casa informou que o paciente estava isolado, aguardando vaga para transferência a hospital de queimados. A CPFL Paulista, responsável pela linha de transmissão de energia, enviou uma equipe para o local do acidente e informou que está contribuindo para a rápida elucidação do acontecido.

 

Mais conteúdo sobre:
Dobrada [SP] furto

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.