Casal jovem e com filho luta para pagar as contas

Ana Maria da Silva, de 18 anos, vive com Genival, de 24, com quem tem um filho de 2. Ele está desempregado e havia saído ontem de casa em busca de um empréstimo para comprar gás e pagar pelo menos uma das duas contas de luz atrasadas.

O Estado de S.Paulo

28 Setembro 2013 | 02h03

A casa onde mora, no Morro da Conceição, na zona norte do Recife, foi presente de uma tia solteira, que vive da aposentadoria. "A gente não tem uma renda certa", afirmou ela, com o filho nos braços. "Assim que puder botar ele na escola, vou arranjar trabalho em casa de família ou panfletar na rua", planeja.

Segundo Ana, o marido "já fez de tudo o que não presta", mas se regenerou. Ela não vê o pai há mais de uma década ("ele foi embora e nunca mais voltou") e o irmão sumiu ano passado. "Tenho medo que Genival também suma e me deixe sozinha para criar o filho."

Ela evita nova gravidez com anticoncepcional injetável fornecido pelo posto de saúde - "tomo a cada três meses". Para ilustrar a falta de dinheiro, Ana diz que não tem celular, "uma coisa que todo mundo tem."

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.