Casal é sequestrado e estudante morre ao ser baleada na cabeça

Camila Talarico, de 25 anos, e o namorado, de 26 anos, foram capturados quando entregavam pães em Itaquaquecetuba; ferido, o rapaz está internado

Luiz Fernando Toledo, O Estado de S. Paulo

01 Junho 2015 | 18h46

A polícia investiga a morte de uma estudante de 25 anos, baleada na cabeça após ter sido sequestrada com o namorado, em Suzano, na Grande São Paulo.

Camila Beraldo Talarico foi sequestrada na manhã de domingo, 31, com o namorado (cujo nome não foi divulgado), em Itaquaquecetuba, também na Grande São Paulo. De acordo com o boletim de ocorrência, ela e o rapaz, um motorista de 26 anos, foram capturados quando faziam entrega de pães na cidade em uma Fiorino branca. O caso é investigado pelo Setor de Homicídios de Mogi das Cruzes. 

Segundo a polícia, eles foram abordados por três homens armados e levados a uma favela da região. Lá, eles teriam conversado com traficantes e seguido, com eles, até a Estrada Antonio Jorge, no bairro Cidade Edson, em Suzano. O casal foi baleado no local. Camila não resistiu aos ferimentos.

Uma testemunha que mora perto do local informou à polícia que estava em casa quando ouviu o barulho e percebeu que um rapaz tentava roubar seu veículo, um Fiat Estrada, chocando-o contra o portão da casa. Ele disse à testemunha que precisava socorrer sua namorada, que havia sido baleada. 

O casal foi levado à Santa Casa de Suzano, onde ele continua internado.

Mais conteúdo sobre:
Suzano

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.