Casal é encontrado baleado em motel; mulher morre

Testemunha disse a polícia que tiros foram ouvidos depois de uma briga

Bruno Ribeiro - O Estado de S. Paulo,

26 Maio 2013 | 15h39

 SÃO PAULO - A polícia civil investiga a morte da balconista Valdenice Souza Silva, de 44 anos, encontrada morta em um quarto de motel do bairro São João Clímaco, na região do Ipiranga, zona sul da capital paulista. Ela levou um tiro na cabeça. Ao lado dela, o suspeito do crime: Arnaldo Amado de Melo, de 46, com um tiro no peito.

A hipótese é que Melo tenha assassinado Valdenice e, depois, tentado se matar.

O porteiro do motel onde ambos foram encontrados informou à polícia que eles chegaram em um Ford Escort dourado na noite de sábado. Pagaram adiantado pelo pernoite e, cinco minutos após entrarem no quarto, os funcionários começaram a ouvir gritos que seriam de Valdenice. Ela repetia, aos gritos, "para" a Melo. Os dois disparos foram ouvidos logo na sequência. Depois, silêncio.

Ainda segundo as informações do porteiro, os funcionários imaginaram que algo errado havia acontecido e chegaram até a bater na porta do quarto, sem resposta. Foi então que o porteiro olhou por baixo da porta, de uma forma que ele conseguia ver o que acontecia no quarto, e viu os corpos caídos. Foi então que chamou a polícia.

Melo foi levado para o pronto-socorro do Hospital de Heliópolis, e está em observação.

O caso foi registrado no 26º Distrito Policial (Sacomã).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.