Casal de jovens baleados na zona oeste; garota morreu

Principal suspeito é o ex-namorada da estudante; a outra vítima passou por cirurgia

Daniela do Canto, Central de Notícias

12 Março 2009 | 05h51

Uma estudante de 17 anos morreu depois de ser baleada na noite desta quarta-feira, 11, na Vila Mangalot, zona oeste de São Paulo. Bruna Ramos, 17 anos, estava em frente à casa do namorado, da mesma idade, que também foi atingido por um disparo, mas não corre risco de morte, conforme a polícia. O ex-namorado da estudante, até agora identificado apenas como "Cabeção", é o principal suspeito do crime. Bruna foi até a casa do atual namorado - na Rua Roberto de Lamenais - para encontrá-lo. Ele a levaria para a escola, distante poucos quarteirões do local. Segundo amigos que preferiram não se identificar, os dois tinham terminado o relacionamento e retomado o namoro há poucos dias. O casal foi surpreendido em frente à residência pouco antes das 20 horas. Bruna foi atingida no olho. Ela chegou a ser socorrida, mas morreu no Pronto-Socorro de Pirituba. Depois de baleado, o namorado da jovem ainda tentou correr, mas caiu cerca de 20 metros distante da casa. Ele foi levado ao PS de Pirituba e depois transferido ao PS do Mandaqui, onde passou por uma cirurgia.

Mais conteúdo sobre:
assassinatohomicídio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.