Casa usada por quadrilha de estelionatários é invadida por policiais

Bandidos tinham um laboratório sofisticado de produção de kits para fraudar operações em caixas eletrônicos na zona leste; ninguém foi preso

Ricardo Valota, do estadão.com.br,

10 Dezembro 2010 | 04h41

SÃO PAULO - Agentes do Departamento de Investigações sobre Crime Organizado (Deic) estouraram, nesta quinta-feira, 9, em uma das casas da rua Eduardo Martino, em São Mateus, na zona leste de São Paulo, um laboratório de produção de kits para fraudar operações em caixas eletrônicos.

 

No local foram apreendidos simulacros de carenagem de caixas eletrônicos, microcâmeras e leitores ópticos de trilhas de cartões magnéticos. Ninguém estava no local no momento da ação. Os policiais acreditam que pelo menos seis pessoas estão envolvidas no esquema.

 

"O trabalho é sofisticado. Moldavam em fibra de vidro guarnições idênticas aos dos caixas eletrônicos. Adaptavam câmeras e outros componentes para capturar informações dos clientes. Com certeza tinha conhecimento de informática", disse o delegado Maurício Druziani, do Deic.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.