Casa automatizada mais acessível

Sistemas de controle de luz, TV e cortinas agora podem ser instalados em smartphones e tablets, por a partir de R$ 1.300

VALÉRIA FRANÇA , O Estado de S.Paulo

12 de maio de 2012 | 03h03

Ficou mais simples e barato automatizar a casa. A maior parte dos equipamentos de som, áudio, luz e até de segurança pode ser controlada na palma da mão. A tecnologia sem fio transformou o smartphone e o tablet em controles remotos. Os pacotes têm preços a partir de R$ 1.300.

"Antes, os sistemas da casa eram acionados por controles remotos mais complexos do que os das TVs. As pessoas tinham dificuldade de memorizar as combinações possíveis", diz Roberto Oliveira, diretor de Serviços da Fast Shop, que hoje tem um setor especializado em automação.

A empresa reservou espaço para dois showrooms nas lojas dos Shoppings Iguatemi e Pátio Paulista, que mostram as facilidades da tecnologia dentro de casa. "No smartphone, você não escolhe apenas aumentar o volume da TV. Há opções de cenas, que simulam situações completas de intensidade da luz, volume e o tipo de música. Há cena romântica, de festa e relaxante, por exemplo. Basta tocar uma opção e tudo se ajusta", diz a decoradora Débora Aguiar.

Ela planejou uma casa automatizada, em parceria com a Fast Shop, para a Casa Cor, evento de decoração que começa no dia 29 deste mês no Jockey Club de São Paulo. "Hoje, gasta-se um quinto da verba que era necessária cinco anos atrás", diz Débora.

Comodidade. O empresário paulistano Ricky Marcellini, de 32 anos, optou pela automação da casa quando se mudou para um apartamento maior, de 300 metros quadrados. Como a família cresceu - ele tem uma filha de sete meses -, precisava de mais espaço. "Quando sentava para ver televisão, antes tinha de sair apagando as luzes de vários ambientes, ajustando os equipamentos do home theater e fechando várias cortinas da sala integrada ao terraço envidraçado. Eu perdia muito tempo."

Hoje, de seu tablet, Marcellini controla as luzes, o áudio e a imagem da cozinha, do living e da sala. Também movimenta a cortina elétrica e, futuramente, o telão, que vai instalar. Gastou cerca de R$ 30 mil.

O projeto de Marcellini foi feito na Wall Lamps, empresa especializada em iluminação, que há um ano oferece planos de automação como um dos principais serviços. "Criamos na casa uma espécie de servidor que se comunica com o tablet e com o smartphone", diz Mônica Ferraz, dona da loja. "É possível controlar a casa até do trabalho."

Controlar a casa de longe é um dos interesses. Segundo Débora, muitos dos clientes agregam câmeras de segurança à automação. "É uma forma que as mães encontraram para ver o que acontece em casa quando estão longe, no trabalho."

Simplicidade. Se a ideia for uma solução mais simples, como a de centralizar apenas o comando do home theater, já existem tablets lançados com esse tipo de programação. É o caso do Xoom2 Media Edition, da Motorola, que, entre outras funcionalidades, vem com um aplicativo que permite usá-lo como uma espécie de controle remoto universal (R$ 1.299). Mas, antes da aquisição do tablet, é importante checar a compatibilidade com os outros equipamentos da casa.

ONDE: WALL LAMPS: AVENIDA BRASIL, 1.653, JARDIM AMÉRICA; TEL.: (11) 3064-8395 FAST SHOP: SHOPPINGS PAULISTA E IGUATEMI (SHOWROOM DE AUTOMAÇÃO) OU TELEVENDAS 3003-3278 MOTOROLA: LOJAMOTOROLA.SHOPTIME.COM.BR OU TEL.: 4002-1244 (CAPITAIS E REGIÕES METROPOLITANAS) OU 0800-773-1244 (DEMAIS LOCALIDADES) TROIANO'S INTELLIGENCE IN PROJECTS: WWW.TROIANOS.COM.BR

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.