Cartão BOM terá desconto de R$ 1,35 por viagem

Medida passará a valer no dia 30 de agosto, informou o governo do Estado

Caio do Valle, O Estado de S. Paulo

19 Agosto 2014 | 14h42

SÃO PAULO - Passageiros que utilizam o Bilhete Ônibus Metropolitano (BOM) poderão, a partir do dia 30 de agosto, ter um desconto de R$ 1,35 quando fizerem integração com o Metrô ou com a Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM). Quem anunciou a alteração foi o governador Geraldo Alckmin (PSDB), em evento nesta terça-feira, 19, na Estação Palmeiras-Barra Funda do Metrô, na zona oeste. A divulgação do benefício ocorre em um momento em que o tucano concorre à reeleição.

"Em 2011, fizemos um cartão para toda a Região Metropolitana, que é o cartão BOM. A parte eletrônica foi resolvida com o cartão. Só que como isso foi sendo feito paulatinamente, ainda não tinha o desconto. Então, a partir do dia 30 de agosto, passa a ter o desconto de R$ 1,35 cada viagem", disse Alckmin.

A vantagem só valerá para um modal a cada utilização do bilhete. Ou seja, se a pessoa usou o cartão primeiro no ônibus da Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos (EMTU), a passagem inteira dessa viagem será cobrada, o desconto valendo só para a tarifa seguinte, na CPTM ou no Metrô. O desconto valerá apenas uma vez por viagem. Não será preciso fazer nenhum tipo de alteração no sistema para ter direito ao desconto.

"Cada vez que ele passa (em um validador) tira R$ 1,35? Não", explicou o secretário estadual dos Transportes Metropolitanos, Jurandir Fernandes. "Por exemplo, voltando para casa à tarde, passei no Metrô ou na CPTM, há o registro. Se dentro de três horas eu entrar num ônibus metropolitano, ele desconta R$ 1,35. Se não entrar, no dia seguinte não tem o desconto."

O dirigente explicou que o limite temporal foi estabelecido para evitar fraudes, como já acontece no sistema do Bilhete Único em funcionamento na cidade de São Paulo. O desconto será sempre fixo em R$ 1,35, independente do preço da tarifa do ônibus, que varia de acordo com a linha da EMTU.

Alckmin afirmou ainda que espera ver ampliado o uso do BOM na Região Metropolitana. "Para o futuro, queremos trazer as 39 prefeituras (da Grande São Paulo) para participarem também do cartão BOM, com os ônibus municipais, primeiro eletronicamente, o cartão também valer para os ônibus municipais."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.