Carro mata um e atropela 38 em ensaio da Portela

Um atropelamento deixou um morto e pelo menos 38 pessoas feridas durante ensaio da escola de Samba Portela, do grupo Especial. No início da noite de domingo, um carro desgovernado invadiu o ensaio, que ocorria na estrada do Portela em Madureira, na zona norte do Rio.

ALESSANDRA SARAIVA / RIO, O Estado de S.Paulo

13 de fevereiro de 2012 | 03h03

As informações sobre o total de vítimas foram dadas ontem pela Secretaria Estadual da Saúde do Rio de Janeiro.

Segundo testemunhas que estavam no local, o carro era um Sedan branco. O motorista do carro fugiu sem prestar socorro. Uma explosão atingiu a estrada logo após a passagem do carro. As primeiras informações da Polícia apontam para bomba de fabricação caseira, mas testemunhas informaram tratar-se de uma granada.

O público aguardava o início do ensaio técnico quando foi surpreendido pelo carro desgovernado. Em sua conta do twitter, a professora Daniele Wood, que estava no local no momento do atropelamento informou que motos tentaram perseguir o carro em fuga, após o atropelamento, sem sucesso. "Eu vi a hora que tentaram reanimar uma senhora", postou, referindo-se a idosa, não identificada pelos Bombeiros, que faleceu no acidente.

Os feridos foram encaminhados para os hospitais Carlos Chagas e Getúlio Vargas, na zona norte do Rio, Souza Aguiar, no Centro, e Albert Schweitzer, na zona oeste. O caso foi registrado no 29ª DP, em Madureira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.