Carro em fuga bate de frente com viatura da PM na zona leste de SP

Veículo foi roubado no último dia 9; dono reconheceu os criminosos

Pedro da Rocha, do estadão.com.br,

13 Julho 2011 | 09h36

SÃO PAULO - Uma viatura da Polícia Militar bateu de frente com um carro roubado após tentar parar o veículo durante uma perseguição na Penha, zona leste de São Paulo, na madrugada desta quarta-feira, 13. Quatro pessoas foram detidas - duas delas menores de idade. Com o grupo foram apreendidos um simulacro de revólver, feito de madeira e fita adesiva preta, uma faca e dois celulares.

 

Em patrulhamento pela região, a PM suspeitou dos ocupantes de um Meriva cinza. Ao verificarem a placa, constataram que o automóvel, de um empresário boliviano, foi roubado no último dia 9.

 

Os policiais pediram reforços e iniciaram a perseguição. Duas viaturas, avisadas pelo rádio, subiam pela Rua Coronel Rodovalho, para fazer o bloqueio, quando o Meriva, em fuga, bateu de frente com uma delas. Os fugitivos só pararam quando o carro bateu em um poste.

 

"Vi o carro surgir em alta velocidade e tive só tempo de proteger o rosto. Desci do veículo com escoriações nos braços e pernas. Ainda zonzo, tentei perceber se alguém estava atirando, mas os policiais que efetuavam a perseguição já tinham detido os fugitivos", contou o PM Fábio Ziza, do 51º Batalhão da PM, que estava no veículo atingido.

 

O dono do veículo roubado, que mora na Penha, foi chamado e reconheceu os quatro homens presos como os que o roubaram na noite do dia 9.

 

"Eles chegaram quando eu descarregava, em frente de casa, brinquedos da minha filha do carro. Dos quatro, pelo menos um estava armado", contou a vítima. Mais tarde, os bandidos ainda assaltaram a casa do irmão e sócio de Juan Rolando, Ramiro Vargas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.