Carro desgovernado atropela oito na zona leste

Vítimas foram levadas a hospitais da região e não correm risco de morrer. Um fraturou a perna. Motorista foi liberado

, O Estado de S.Paulo

11 de julho de 2011 | 00h00

Oito pessoas que estavam em uma calçada na altura do n.º 9.400 da Avenida São Miguel, na zona leste, foram atropeladas às 5h30 de ontem. Um Gol preto perdeu o controle e atingiu os pedestres. O condutor foi levado ao 22.º DP (São Miguel Paulista) e as vítimas, segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), foram encaminhadas para hospitais no Itaim Paulista e em Guaianazes. Todos passam bem - só um pedestre está em observação por causa de fratura em uma perna.

De acordo com a Polícia Militar, o motorista fez o teste do bafômetro e foi constatado que ele não estava alcoolizado. Ele foi liberado sem pagar fiança.

Porsche. Permanecia internado e sob escolta policial, até a noite de ontem, o engenheiro Marcelo Malvio Alves de Lima, de 36 anos. Ele foi indiciado por homicídio doloso por ter provocado um acidente no Itaim-Bibi, na madrugada de sábado, que causou a morte da advogada Carolina Menezes Cintra Santos, de 28. Ao passar pelo cruzamento entre as Ruas Tabapuã e Bandeira Paulista em alta velocidade, ele bateu seu Porsche no Tucson da advogada.

Ontem, a informação era que Alves Lima deixaria a unidade Morumbi do Hospital São Luis ontem, mas a assessoria de imprensa do hospital se recusou a dar informações sobre o engenheiro. Segundo testemunhas, Lima trafegava a uma velocidade de 150 km/h e aparentava embriaguez. A perícia no local do acidente ficará pronta em 30 dias. Nenhum familiar do engenheiro foi localizado ontem pela reportagem.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.