Carro desgovernado atropela oito na zona leste

Vítimas foram levadas a hospitais da região e não correm risco de morrer. Um fraturou a perna. Motorista foi liberado

, O Estado de S.Paulo

11 Julho 2011 | 00h00

Oito pessoas que estavam em uma calçada na altura do n.º 9.400 da Avenida São Miguel, na zona leste, foram atropeladas às 5h30 de ontem. Um Gol preto perdeu o controle e atingiu os pedestres. O condutor foi levado ao 22.º DP (São Miguel Paulista) e as vítimas, segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), foram encaminhadas para hospitais no Itaim Paulista e em Guaianazes. Todos passam bem - só um pedestre está em observação por causa de fratura em uma perna.

De acordo com a Polícia Militar, o motorista fez o teste do bafômetro e foi constatado que ele não estava alcoolizado. Ele foi liberado sem pagar fiança.

Porsche. Permanecia internado e sob escolta policial, até a noite de ontem, o engenheiro Marcelo Malvio Alves de Lima, de 36 anos. Ele foi indiciado por homicídio doloso por ter provocado um acidente no Itaim-Bibi, na madrugada de sábado, que causou a morte da advogada Carolina Menezes Cintra Santos, de 28. Ao passar pelo cruzamento entre as Ruas Tabapuã e Bandeira Paulista em alta velocidade, ele bateu seu Porsche no Tucson da advogada.

Ontem, a informação era que Alves Lima deixaria a unidade Morumbi do Hospital São Luis ontem, mas a assessoria de imprensa do hospital se recusou a dar informações sobre o engenheiro. Segundo testemunhas, Lima trafegava a uma velocidade de 150 km/h e aparentava embriaguez. A perícia no local do acidente ficará pronta em 30 dias. Nenhum familiar do engenheiro foi localizado ontem pela reportagem.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.