Carro com 6 ocupantes cai em córrego e só motorista se salva

Acidente ocorreu em S.J. dos Campos, quando os amigos voltavam de festa; polícia não disse se condutor tinha bebido

JOÃO CARLOS DE FARIA , ESPECIAL PARA O ESTADO /TAUBATÉ , O Estado de S.Paulo

24 Outubro 2011 | 03h02

Um acidente ocorrido por volta das 5h de ontem provocou a morte de cinco pessoas no bairro Alto da Ponte, zona norte de São José dos Campos. As vítimas tinham entre 19 e 34 anos. O motorista Tiago Oliveira de Carvalho, de 22 anos, único sobrevivente do acidente, está internado no Pronto Socorro da Vila Industrial com ferimentos graves.

Autuado em flagrante por homicídio culposo (quando não há intenção de matar), Carvalho permanece sob escolta da Polícia Militar no hospital. Quando tiver alta deverá pagar fiança no valor de dez salários mínimos (R$ 5.450,00) para sair da prisão e responder ao processo em liberdade. A polícia não informou se ele estava embriagado.

Fora de controle. Carvalho e cinco amigos estavam em um Corsa Milenium e voltavam de uma festa de aniversário em uma chácara nas proximidades. O veículo caiu em um córrego depois que o motorista perdeu o controle da direção.

A polícia aguarda a conclusão da perícia técnica para saber qual a causa da morte dos ocupantes do carro, mas a hipótese mais provável é que tenha sido afogamento.

O Corpo de Bombeiros foi acionado mas, ao chegar ao local, os cinco passageiros estavam mortos. Os bombeiros encaminharam Carvalho para o pronto-socorro.

O caso foi registrado no 1.º Distrito Policial de São José dos Campos pelo delegado Jorge Poloni de Souza, que passou a investigar o caso.

Araçatuba. A funcionária pública Silvia Elaine Martins Borges, de 45 anos, morreu na noite de sábado em Jaú, interior de São Paulo, depois que sua motocicleta foi atingida de frente pelo Kadet dirigido pelo pedreiro Sidney Vicente, de 39 anos.

O acidente aconteceu na estrada vicinal José Maria Verdini. O carro tentava uma ultrapassagem quando bateu de frente com a motocicleta, que vinha em sentido contrário.

Vicente confessou aos policiais rodoviários ter bebido cerveja antes de dirigir.

O pedreiro não tinha os R$ 5.450,00 estipulados para pagar a fiança. Ele foi preso em flagrante por homicídio culposo e conduzido à Cadeia Pública de Barra Bonita. / COLABOROU CHICO SIQUEIRA, ESPECIAL PARA O ESTADO

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.