Carro capota na Anhanguera após briga de trânsito e um morre

Motorista discutiu com outro condutor e perdeu o controle do veículo; quatro pessoas ficaram feridas, duas delas em estado grave

Lucas Sampaio, Especial para o Estado

24 Março 2015 | 11h28

CAMPINAS - Uma briga de trânsito na Rodovia Anhanguera (SP-330), em Campinas, no interior de São Paulo terminou com um morto e quatro feridos, dois em estado grave, após um veículo capotar no km 97 na marginal da via na tarde desta segunda-feira, 23.

Segundo relato de testemunhas à Polícia Militar Rodoviária (PMR), o motorista do carro que capotou havia discutido com outro, de um veículo não identificado, e acabou perdendo o controle da direção. Com o acidente, três pessoas foram arremessadas para fora do carro.

Uma morreu na hora e outras duas foram encaminhadas a hospitais da região em estado grave, segundo a CCR AutoBAn, concessionária que administra a rodovia. Outros dois passageiros tiveram apenas ferimentos leves e foram encaminhados a um pronto-socorro após serem atendidos na pista.

Uma das vítimas está internada com traumatismo craniano, em estado grave, na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Celso Pierro. A outra foi encaminhada ao Ouro Verde na noite desta segunda-feira, mas não corria risco de vida, segundo a assessoria de imprensa do hospital.

O motorista do outro veículo, que supostamente se envolveu em uma discussão antes do acidente, não parou para prestar socorro e ainda não foi identificado.

O acidente ocorreu por volta das 18h desta segunda-feira, próximo ao trevo da Bosch, e interditou a faixa da esquerda da marginal, sentido capital, até as 22h.

Segundo a CCR, o capotamento causou um pico de oito quilômetros de congestionamento - cinco quilômetros no sentido capital, onde ocorreu o acidente, e mais três no sentido interior, por causa da curiosidade dos motoristas que passavam pelo local. 

Mais conteúdo sobre:
Rodovia Anhanguera Acidente Campinas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.