Carreta transportando álcool tomba e interdita Anchieta por quase 13 horas

Pista sentido litoral ficou bloqueada desde das 3h às 15h41 no km 54; motorista morreu no local

O Estado de S. Paulo

03 de setembro de 2012 | 08h38

Atualizada às 16h07

SÃO PAULO - A pista sentido litoral da Rodovia Anchieta ficou totalmente bloqueada por quase 13 horas na altura do quilômetro 54, no final do trecho de Serra na altura de Cubatão, por conta do tombamento de uma carreta que transportava álcool. O veículo capotou às 3h da madrugada e só foi removido às 15h41. A estrada está operando apenas no sentido da Baixada Santista para escoar os veículos que se acumularam durante o dia, mas o motorista ainda enfrentava lentidão do km 38 ao km 40 às 15h40, de acordo com a concessionária Ecovias. Por conta do acidente, a Rodovia dos Imigrantes funciona no sistema 7x3, com sete pistas no sentido litoral e três na direção da capital paulista.

Acidente. O caminhão transportando material inflamável pegou fogo depois do capotamento, forçando a interdição dos dois sentidos da estrada até as 4h20, quando as chamas foram combatidas. O condutor morreu no local e, de acordo com a Ecovias, nenhum outro veículo se envolveu no acidente. A concessionária informa que o tempo e a visibilidade eram bons no momento.

Foram deslocadas 11 viaturas da Ecovias para atender a ocorrência, entre veículos de inspeção, ambulâncias, guinchos e veículos de apoio. Viaturas do corpo de bombeiros, Polícia Militar Rodoviária, Defesa Civil, Cetesb e Polícia Ambiental, também compareceram ao local. Uma equipe da Petrobrás e outra do Suatrans (empresa especializada em emergências ambientais) auxiliaram no atendimento.

O restante do álcool que restou na carreta teve que ser transferido para outro tanque para que a carreta pudesse ser retirada. As pistas também passaram por limpeza antes de serem liberadas. A Rodovia dos Imigrantes é a melhor opção no sentido litoral. No sentido São Paulo, há tráfego intenso no trecho de Serra.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.