Carpinteiro estuprou e matou menina de 9 anos

RIO

, O Estado de S.Paulo

03 de novembro de 2010 | 00h00

O carpinteiro Jonas Marcolino da Silva, de 35 anos, confessou ontem ter estuprado e matado a facadas Camila Evangelista da Conceição, de 9 anos. A criança foi encontrada morta segunda-feira em uma lixeira nos arredores do Morro da Providência, na zona portuária do Rio. Policiais chegaram ao acusado após denúncia de um vizinho. Silva, que foi preso em casa, morava próximo da casa dos pais da menina, na Gamboa (zona portuária). O carpinteiro foi transferido para a Delegacia de Homicídios na Barra da Tijuca (zona oeste).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.