Carla Cepollina barra episódio de série de TV

Acusada de matar o ex-namorado, o coronel Ubiratan Guimarães, em 2006, a advogada Carla Cepollina barrou na Justiça a exibição do episódio A Bela e o Coronel, da série de documentários do A&E Até Que a Morte nos Separe. O A&E, que exibiria o episódio no dia 24, vai recorrer. Ela havia sido inocentada, mas, em 2010, o Tribunal de Justiça de São Paulo decidiu levá-la a júri. Carla aguarda o julgamento em liberdade.

O Estado de S.Paulo

11 Abril 2012 | 03h03

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.