Capitão do Exército é preso por atropelar agente e fugir de blitz da lei seca no Rio

Um capitão do Exército foi preso na madrugada de ontem após atropelar um agente da blitz da lei seca, na Ilha do Governador, no Rio. Edmar Tadeu de Souza Pereira se recusou a parar na operação policial realizada na Estrada do Galeão, na zona norte da cidade. Ao ser abordado pelos agentes, ele acelerou o veículo e atingiu um PM, que não teve ferimentos.

O Estado de S.Paulo

30 Abril 2012 | 03h06

Após a tentativa de fuga, o capitão foi perseguido e preso. Pereira foi levado para a delegacia de Bonsucesso, onde está detido. Ele será autuado por desobediência e o caso será encaminhado ao Juizado Especial Criminal.

Além do processo criminal, o capitão foi punido pelos agentes por quatro infrações de trânsito. Ele estava com a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) vencida e não apresentou os documentos do veículo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.