Capitão da PM morre atropelado em rodovia no interior de SP

Policial militar seguia de bicicleta pela via na cidade de Tambaú quando foi atingido por um carro; motorista, que não tinha habilitação e estava sob efeito de álcool, foi preso

Rene Moreira, Especial para O Estado de S. Paulo

02 Abril 2017 | 18h29

FRANCA - O policial militar Jamílson Rogério Gerônimo, conhecido como "Capitão Gerônimo", morreu na noite de sábado, 1, após ter sido atropelado por um carro enquanto pedalava em sua bicicleta pela Rodovia Padre Donizetti (SP-332), na cidade de Tambaú, região de Ribeirão Preto, no interior de São Paulo.

O motorista do veículo não portava Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e dirigia sob efeito de álcool, segundo a polícia. Ele foi preso em flagrante e encaminhado para a cadeia pública da cidade vizinha de Casa Branca.

O policial fazia o trajeto entre Tambaú e Santa Rosa do Viterbo, na região de Ribeirão Preto, quando foi atingido. O capitão comandava a 2ª Companhia do 24º Batalhão de Polícia Militar do Interior e morreu no local do acidente. 

O motorista alegou à polícia que a vítima teria virado a bicicleta de uma vez, não sendo possível evitar o impacto. Peritos analisaram o local e a Policia Civil instaurou um inquérito para apurar o ocorrido.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.