Capital teve 38 pontos de alagamento à noite

Três eram considerados intransitáveis até as 22h; bombeiros resgataram uma família que estava em um carro ilhado em avenida da zona sul

O Estado de S.Paulo

20 de janeiro de 2012 | 03h01

A forte chuva que caiu ontem à noite em São Paulo deixou 38 pontos de alagamento, três dos quais intransitáveis. O Córrego do Ipiranga, o Ribeirão dos Meninos e o Ribeirão dos Couros transbordaram. Um ponto de alagamento causou a interdição de pistas da Via Anchieta.

A região da Subprefeitura do Ipiranga, na zona sul, entrou em alerta às 21h28. O Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE) da Prefeitura já havia apontado, entretanto, estado de atenção na cidade inteira desde as 20h12.

Dos três pontos de alagamentos intransitáveis, dois estavam na Avenida Professor Abraão de Morais, no Jardim da Saúde, na zona sul, e um na Avenida Antonio Munhoz Bonilha, no Limão, zona norte.

Pedido de socorro. Bombeiros foram acionados às 21h10 para resgatar uma família que estava dentro de um carro ilhado na Avenida Bosque da Saúde, na Saúde, zona sul. Esse ponto de alagamento não constava, no entanto, da relação do CGE.

Uma árvore caiu sobre carros na Rua Cuba, nos Jardins, zona sul, mas ninguém ficou ferido. Parte da Vila Madalena ficou sem energia por volta das 20h20 após a queda de um galho na rede elétrica. De acordo com a AES Eletropaulo, seis ruas foram prejudicadas e equipes trabalhavam para reestabelecer o fornecimento de energia no bairro.

Interdição. A Via Anchieta ficou com as pistas centrais bloqueadas por causa do transbordamento de um córrego. O tráfego seguiu pelas pistas marginais, de acordo com a Ecovias.

O Aeroporto de Congonhas, na zona sul da cidade, ficou fechado entre as 20h47 e as 21h04. A Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) informou que foram realizadas vistorias nas pistas para averiguar as condições de funcionamento para pouso e decolagem. Apenas quatro voos atrasaram, informou a Infraero.

Previsão. A instabilidade atmosférica continuará pelos próximos dias em função da permanência da Zona de Convergência do Atlântico Sul (ZCAS) sobre o Estado de São Paulo.

As chuvas mais fortes continuam concentradas entre a tarde e a noite na forma de pancadas, alternadas com períodos de melhoria. As temperaturas se elevam um pouco mais nos próximos dias e a máxima ultrapassa 28ºC no fim de semana.

Por causa do elevado acúmulo de chuvas nos últimos dias e do solo encharcado, foi emitido alerta para o risco de transbordamento de córregos e rios, bem como de deslizamentos de terra e formação de alagamentos na Região Metropolitana.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.