Capital sai do estado de atenção, mas trânsito continua ruim

Tempestade parou a cidade, que registrou 45 pontos de alagamento e teve vários pontos intransitáveis

Da Redação,

22 Dezembro 2008 | 19h28

A capital paulista enfrentou uma tarde de chuva e congestionamento nesta segunda-feira, 22. O forte temporal que atingiu a cidade provocou 45 pontos de alagamento, queda de árvores, falta de luz, 171 km de lentidão e fechou o Aeroporto de Congonhas. A Prefeitura retirou o estado de atenção às 18h55, mas o trânsito ainda prejudica a volta para casa do paulistano. Às 21h50 , o congestionamento se alongava por 65 km e restavam quatro pontos de alagamento ainda ativos, todos em Santo Amaro.     Foto: Filipe Araújo/AE Imagem das nuvens carregadas na zona sul e a decolagem do último avião antes de Congonhas fechar   Veja também:  Chuva deixa pessoas ilhadas em carros e ônibus em São Paulo  Chuva deixa 10 bairros e parte da Grande SP sem luz  Atrasos atingem quase 42% dos vôos da Gol    Ouça recomendações do CGE em caso de enchente   Galeria de fotos mostra o caos na capital      O índice permanece acima da média para o horário desde as 13 horas. No final da noite, o excesso de veículos ainda atrapalhava o fluxo do trânsito. A zona sul, com 40 km de lentidão, e a zona oeste e centro, com 18 km de congestionamento cada, concentravam os problemas.    Temporal   O Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE) havia decretado estado de emergência por volta das 16 horas, quando uma forte chuva atingia a cidade havia cerca de uma hora. No começo da noite, as áreas de chuva diminuíram, mas o tempo continua encoberto e com pontos de chuva leve.   As zonas norte e sul foram as mais atingidas pela chuva e em alguns pontos chegou a chover granizo. Em duas horas, choveu 64,8 milímetros, o equivalente a 32% do esperado para todo o mês de dezembro, segundo Marcelo Pinheiro, da Climatempo. Pelo menos quatro árvores caíram.   Na zona sul, a região do Morumbi e de Santo Amaro foram muito atingidas. O acesso à Ponte do Morumbi ficou fechado por cerca de uma hora. Muitos  motoristas e passageiros ficaram ilhados dentro de seus carros  e ônibus em vários pontos, principalmente na região de Santana, na zona norte, na zona sul e perto do Córrego Pirajuçara.   Falta de Luz   O fornecimento de energia elétrica foi interrompido em alguns trechos dos bairros de Pinheiros, Butantã, Lapa, Santo Amaro, Ibirapuera, Itaim Bibi, Ipiranga, Vila Guilherme, Santana e Vila Maria. Segundo a AES Eletropaulo, 80% das ocorrências  foram provocadas por queda de galhos de árvores e objetos sobre a rede elétrica.   500 funcionários estão em campo - para restabelecer o mais rápido possível todas as ocorrências. Porém, pontos de alagamento e o trânsito intenso na cidade dificultam o deslocamento das equipes de emergência.   Também há registros de ocorrências em pontos isolados nos municípios de São Bernardo do Campo, Mauá, Taboão da Serra e Itapecerica da Serra. A expectativa é que até às 22h00 cerca de 90% destas ocorrências tenham o fornecimento restabelecido. Os 10% restantes serão restabelecidos durante a noite e inicio da madrugada.   Atualizado às 21h08

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.