Capital registrou 9 casos similares de janeiro a setembro

O número de arrastões a condomínios na capital paulista caiu pela metade neste ano. Até setembro, foram registrados 9 casos, ante 18 no mesmo período do ano passado. Em 2009, a cidade de São Paulo registrou 21 arrastões em condomínios. Em todo o ano de 2010, foram 24 casos, segundo a polícia. Na maior parte das ações, os bandidos usaram armas de fogo.

O Estado de S.Paulo

21 Outubro 2011 | 03h04

Somente entre janeiro e março, houve sete ataques nos bairros do Jaçanã, na zona norte da capital, da Liberdade e da Aclimação, na região central de São Paulo. O alvo eram sobretudo prédios com sistemas de segurança deficitários.

Recentemente, a região do Morumbi passou por uma onda de crimes e assaltos. Entre janeiro e agosto deste ano, o 34º DP (Morumbi) registrou 1.338 roubos (ações que incluem de sequestros relâmpagos a roubo a banco) - mais de cinco casos por dia. Foram registrados ainda 349 roubos de veículos.

Como resposta aos ataques a motoristas - foram 93 neste ano - registrados no chamado "ladeirão do Morumbi" (a Rua Dr. Francisco Thomaz de Carvalho, que liga a Avenida Giovanni Gronchi às proximidades da favela de Paraisópolis), a Secretaria de Segurança Pública do Estado informou em setembro que a Polícia Militar deverá ter uma base fixa na área.

A Polícia Militar também montou, em maio, uma Operação Saturação nos pontos mais problemáticos, como as imediações de Paraisópolis e das favelas do Jardim Colombo e Real Parque.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.