TIAGO QUEIROZ/ESTADÃO
TIAGO QUEIROZ/ESTADÃO

Capital paulista tem a tarde mais fria desde outubro do ano passado

Nesta terça-feira, segundo o Inmet, foram registradas as menores temperaturas mínima (16,1ºC) e máxima (20ºC) do ano na cidade

O Estado de S. paulo

07 Abril 2015 | 16h57

Atualizado às 18h31

SÃO PAULO - Faz seis meses que os paulistanos não sentiam tanto frio quanto nesta terça-feira, 7. De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), esta terça-feira, 7, registrou a tarde mais fria desde o dia 4 de outubro de 2014, quando a máxima na capital foi de 19,3ºC. Nesta terça, a temperatura assinalada no Mirante de Santana, na zona norte, foi de 20°C às 15 horas. 

Às 6h, o Inmet também marcou a menor temperatura do ano para o horário: 16,1ºC. O recorde anterior era de 16,3°C em 3 de abril. O frio é resultado da entrada de uma frente fria que chegou ao Estado no domingo. "Na retaguarda da frente fria, a massa de ar polar sobe e as temperaturas descem. A partir de amanhã (quarta-feira), as tardes serão progressivamente mais quentes, mas as duas próximas madrugadas podem bater recorde de frio na capital em 2015", afirma o meteorologista do Inmet Franco Villela.

Para esta quarta-feira, 8, as mínimas previstas na capital vão variar entre 11ºC, no extremo sul e leste da cidade, e 15ºC na região central.


Estado. A previsão para a semana no Estado de São Paulo é de temperaturas baixas entre a noite e o amanhecer. Segundo o Inmet, as temperaturas mínimas continuam em declínio durante a próxima madrugada, especialmente nas regiões centro-leste e sul do Estado.

Haverá também névoa úmida em áreas de vale durante o amanhecer.  No leste, em especial no litoral, há chance de chuviscos. Há previsão de chuva isolada em áreas próximas à divisa com Minas Gerais, a partir de quinta-feira.

Mais conteúdo sobre:
São Paulo frio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.