TIAGO QUEIROZ/ESTADÃO
TIAGO QUEIROZ/ESTADÃO

SP tem a madrugada mais fria do ano

Termômetros registraram 12,1ºC; recorde anterior era de 30 de maio

Paula Felix, O Estado de S. Paulo

16 Junho 2015 | 19h12

Com 12,1 ºC, a capital paulista teve a madrugada mais fria do ano nesta terça-feira, 16. O recorde anterior era do dia 30 de maio, quando os termômetros do Mirante de Santana, estação do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) localizada na zona norte, tinha marcado 13,1 ºC.

As baixas temperaturas foram consequência de uma frente fria acompanhada por uma massa de ar polar que entrou em todo o Estado de São Paulo na madrugada de segunda. "Existem regiões fora da zona urbana da capital que podem ter chegado a temperaturas mais frias, como Parelheiros e Capela do Socorro, mas a nossa referência é, desde 1943, o Mirante de Santana", explica o meteorologista do Inmet Franco Villela. Segundo ele, o recorde de madrugada mais fria para o mês de junho da série histórica foi batido em 1994, quando os termômetros marcaram 1,2 ºC.

A previsão para esta quarta é de sol, mas o clima agradável não deve durar muito, pois uma nova frente fria se aproxima. "Entre a noite de quinta e no decorrer na sexta, vai ter queda acentuada de temperatura. A sexta será de frio com chuva e vento."

Meteorologista da Climatempo, Bianca Lobo diz que a previsão para o final de semana é de sol entre nuvens. Ela afirma que o inverno, que começa no próximo domingo, terá temperaturas mais altas do que a média. "Se for considerar os três meses juntos, teremos temperaturas acima da média, pois estamos sob influência do El Niño e essa é a principal consequência dele. Julho vai ser o mês mais frio, com massas de ar mais significativas."

Mais conteúdo sobre:
São Paulo frio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.