Daniel Loberto/FotoRepórter/AE
Daniel Loberto/FotoRepórter/AE

Capital paulista deixa estado de atenção e Congonhas volta a operar

Às 16 horas, terminal registrou rajadas de vento de 62km/h, acompanhadas de trovoadas

estadão.com.br, texto atualizado às 18h30

11 Abril 2012 | 15h45

SÃO PAULO - A cidade de São Paulo deixou o estado de atenção após a chuva perder intensidade às 18 horas desta quarta-feira, 11. Inicialmente, o decreto foi feito para a zona leste e a Marginal do Tietê. Às 15h55, a zona sul e a Marginal do Pinheiros entraram em atenção, seguidos pelas zonas norte, sudeste, oeste e centro às 16h20. A forte precipitação fechou o Aeroporto de Congonhas, na zona sul, entre 15h55 e 16h42. Segundo informações da Infraero, das 183 partidas previstas até às 18 horas, 18 (9.8%) atrasaram e 7 (3.8%) foram canceladas. Às 16 horas, Congonhas registrou rajadas de vento de 62km/h, acompanhadas de chuva forte e trovoadas. 

De acordo com o Centro de Gerenciamento de Emergências da Prefeitura (CGE), a chuva tingiu toda a zona sudeste, e a zona sul, na região de Campo Limpo, Santo Amaro e M'Boi Mirim. Na zona norte, a precipitação foi forte entre os bairros de Pirituba, Jaraguá e Freguesia do Ó. Também choveu moderado com pontos fortes na zona oeste, na região da Lapa, assim como na região central. Na zona leste, choveu entre os bairros de Vila Prudente e São Mateus.

Segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), a cidade tem 11 pontos de alagamento no momento, além de 16 semáforos apagados e outros 16 em amarelo intermitente.

Na terça-feira, 10, as zonas norte e oeste ficaram em estado de atenção por causa da chuva entre 16h55 e 17h40. A precipitação que atingiu essas áreas foi provocada por áreas de instabilidade que se deslocaram da região de Campinas, no interior. A chuva alagou vias como a esquina da Rua Turiassu com a Avenida Sumaré.

Mais conteúdo sobre:
chuvaatençãoCGE

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.