Cão foge e para congonhas por 24 minutos

Pinscher escapou das mãos da dona, que o havia apanhado em hangar, e atrapalhou cinco voos

Bruno Tavares, O Estado de S.Paulo

10 Dezembro 2010 | 00h00

Um cão da raça pinscher parou ontem um dos mais movimentados aeroportos do País, em São Paulo. Por volta do meio-dia, o animal escapou das mãos de sua dona, que o havia apanhado no hangar da TAM em Congonhas.

Durante 24 minutos, entre 12h17 e 12h41, período habitualmente de intenso movimento, Congonhas ficou fechado - quatro decolagens foram adiadas e um pouso teve de ser transferido para Viracopos, a 100 quilômetros da capital.

Os controladores de voo decidiram pela interrupção das operações porque temiam eventual acidente se algum avião atingisse o animal.

A confusão começou no momento em que a dona do cachorro se preparava para colocá-lo em seu carro. Desorientado, o bichinho disparou pelas pistas, provocando a imediata paralisação das operações por questão de segurança. Soldados do Corpo de Bombeiros foram acionados para tentar localizar o pinscher, que desapareceu.

Segundo a Infraero, o cachorro havia sido despachado de outra localidade com destino a Congonhas. Pelas regras, cargas vivas são transportadas em um compartimento especial da aeronave. O procedimento foi seguido. Quando a dona foi retirar o animal do hangar da TAM é que foi surpreendida.

Ela estava colocando o animal em seu carro quando ele saltou de seus braços, ganhou as pistas e correu rumo à cabeceira 17, perto do Jabaquara. Até as 22 horas, o bicho estava desaparecido.

A Assessoria de Imprensa do aeroporto não informou o número de pessoas envolvidas nas buscas pelo cão. A proprietária também não havia registrado boletim de ocorrência na delegacia de Congonhas sobre o desaparecimento do animal.

Serviço

ANIMAIS DOMÉSTICOS SÓ PODEM SER TRANSPORTADOS EM AERONAVES NÃO CARGUEIRAS EM PORÃO DE CARGA CONFORME AS REGRAS DA COMPANHIA. O PREÇO NÃO ESTÁ INCLUÍDO NA PASSAGEM. CÃES E GATOS NA CABINE SÓ EM EMBALAGEM APROPRIADA. SÃO EXIGIDOS ATESTADOS SANITÁRIO E DE VACINAÇÃO ANTIRRÁBICA. A TAM COBRA R$ 90 MAIS 0,5% DA TARIFA POR KG (SE O ANIMAL PESAR MAIS DE 10 KG, DEVE IR NO PORÃO DO AVIÃO)

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.