Cão enterrado vivo melhora e volta a comer

Titã, o cão que passou 12 horas enterrado em Novo Horizonte, no interior, voltou a comer. Segundo a Associação Protetora dos Animais Mão Amiga, ele vinha recebendo soro e medicação por causa da anemia, mas melhorou ontem. O antigo dono, Alexandre Rodrigues, pode ser processado por crueldade.

O Estado de S.Paulo

10 Dezembro 2011 | 03h03

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.