Nilton Fukuda/Estadão
Nilton Fukuda/Estadão

Sistema Cantareira mantém volume estável nesta quinta-feira

A pluviometria acumulada em julho atingiu 43,9 milímetros, valor abaixo da média histórica para o mês, que é de 50 milímetros

Camila Santos, Especial para o Estado

30 Julho 2015 | 10h14

SÃO PAULO - Pelo segundo dia consecutivo, o nível de água do Sistema Cantareira se manteve estável nesta quinta-feira, 30, segundo relatório divulgado pela Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp). O índice registrado permaneceu em 18,8% da capacidade, igual ao registrado nesta quarta-feira, 29, e na terça-feira, 28. Todos os outros mananciais que abastecem a região metropolitana de São Paulo apresentaram queda.

O conjunto de represas, responsável por abastecer 5,2 milhões de pessoas na Grande São Paulo, recebeu 0,2 milímetro de chuvas nas últimas 24 horas, totalizando 43,9 milímetros na pluviometria acumulada em julho. A um dia do fim do mês, o valor está abaixo da média histórica registrada para o período, que é de 50 milímetros.

 

O indicador negativo do manancial também não sofreu alterações e continua em -10,5%. Este conceito avalia o volume armazenado menos o volume da reserva técnica pelo volume útil. Já o terceiro cálculo, que considera  o volume armazenado pelo volume total de água, está em 14,5%.

Outros mananciais. O Sistema Guarapiranga, que atende 5,8 milhões de pessoas, caiu pelo terceiro dia seguido e passou de 76,8% para 76,5%. O manancial não recebeu uma gota de chuva nesta quinta-feira. Entretanto, a pluviometria do mês está em 88,4 milímetros, mais do que o dobro do valor apontado pela média histórica para julho, que é de 42,1 milímetros.

Por sua vez, o Alto Tietê teve queda de 0,1 ponto porcentual e está com 18,4% da capacidade. O Sistema Alto Cotia caiu de 62,2% para 61,8%. Rio Grande e Rio Claro também perderam volume e estão com 89,6% e 72%, respectivamente.

Mais conteúdo sobre:
Crise da água São Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.