MÁRCIO FERNANDES|ESTADÃO
MÁRCIO FERNANDES|ESTADÃO

Cantareira deve fechar fevereiro com mais de 90% da capacidade

Nesta segunda-feira, 27, sistema alcançou 91,9% de armazenamento - na mesma data do ano passado, volume era de 52,4%

José Roberto Gomes, Agência Estado

27 Fevereiro 2017 | 12h31

SÃO PAULO - Os reservatórios do Sistema Cantareira, principal manancial de abastecimento da Grande São Paulo, devem fechar fevereiro perto com nível superior a 90% da capacidade. De acordo com boletim divulgado nesta segunda-feira, 27, as represas alcançavam 91,9% do armazenamento possível. O volume é 0,2 ponto porcentual maior que o registrado no domingo, 26, e supera consideravelmente o de igual data do ano passado (52,4%).

Nas últimas 24 horas, foram registrados 11,4 mm de chuvas no Cantareira. No acumulado do mês, são 94,1 mm, abaixo, porém, da média histórica de 203,4 mm.

Quanto aos outros sistemas, o Guarapiranga e o Alto Tietê ficaram estáveis, em 77% e 52,8% da capacidade, respectivamente.

Nos demais houve queda. O Rio Claro baixou 0,5 ponto porcentual, para 96,8% do total. Já o Alto Cotia caiu 0,2 ponto porcentual, para 100,7%, enquanto o Rio Grande diminuiu 0,1 ponto porcentual, para 91,1%. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.