Candidato a vereador é morto a tiros em Dois Córregos, interior paulista

Vítima era comerciante e conversava com eleitora quando assassino se aproximou

Ricardo Valota, O Estado de S.Paulo,

19 Setembro 2012 | 05h00

SÃO PAULO - O comerciante Marcelo Soares, de 42 anos, dono de estacionamento e candidato a vereador pelo PMDB em Dois Córregos (SP), a 230 km de São Paulo,  foi morto com vários tiros por volta das 21 horas de terça-feira, 18, quando fazia campanha política e conversava com uma eleitora em frente à casa dela, na Rua Brotas, no bairro Bela Vista.

Segundo a testemunha, que correu para dentro da residência e por isso não soube descrever com detalhes, o assassino estaria armado com um revólver, segundo a polícia calibre 38, e, utilizando uma blusa com capuz, aproximou-se a pé da vítima e atirou. Marcelo ainda correu, mas foi baleado novamente. Atingido na barriga e nas costas, o comerciante morreu no local, antes da chegada de policiais militares do 3º Pelotão da 2ª Companhia do 27º Batalhão do Interior.

 

O homicídio foi registrado na delegacia da cidade. Familiares estiveram no distrito policial e afirmaram que desconhecem ameaças sofridas por Marcelo, porém o comerciante já havia se envolvido em algumas desavenças no local de trabalho. A polícia não disse se com funcionários ou com clientes. Por esse motivo, por enquanto, segundo a policial, não é possível afirmar, por enquanto, que a morte de Marcelo teve motivação política.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.