Cancelamentos atingem 21 dos 69 vôos de Congonhas

Número não está relacionado com condições meteorológicas ou problemas no tráfego aéreo, diz Infraero

Amanda Valeri, da Agência Estado,

09 de setembro de 2007 | 14h45

O Aeroporto de Congonhas continua registrando elevado índice de cancelamento de vôos neste domingo, 9. De acordo com boletim da Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária (Infraero) divulgado ao meio-dia, do total de 69 vôos previstos em Congonhas, 21 (30,4%) foram cancelados. Não houve registro de atraso superior a uma hora nesse período.   A Infraero informa que os cancelamentos não estão relacionados com problemas na operacionalidade do tráfego aéreo, com problemas na pista ou por causa das condições meteorológicas. O aeroporto, que estava operando das 8 às 22 horas, voltou a operar neste domingo em seu horário normal (entre 6 e 23 horas).   No último sábado, 8, o índice de cancelamento de vôos no Aeroporto de Congonhas também ficou na faixa dos 30%. De acordo com a Infraero, apesar desses cancelamentos o aeroporto opera dentro da normalidade.   No Aeroporto de Cumbica, em Guarulhos, do total de 104 vôos previstos, 4 (3,8%) foram cancelados e 20 (19,2%) registraram atraso superior a uma hora.   Em todo o País, nesse mesmo período, do total de 615 vôos programados, 64 (10,4%) foram cancelados e 43 (7%) registraram atrasos de mais de uma hora.   No Aeroportos Santos Dumont, no Rio de Janeiro, do total de 9 vôos previstos, 3 (33,3%) foram cancelados e não houve atraso superior a uma hora. No Aeroporto do Galeão, também no Rio, do total de 60 vôos programados, 5 (8,3%) foram cancelados e 5 (8,3%) registraram atrasos de mais de uma hora.

Tudo o que sabemos sobre:
AeroportosCongonhasCumbica

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.