Câmpus da USP muda regras para atletas

Universidade vai fazer, no sábado, um teste para práticas esportivas no local; há propostas de horários e rotas específicas para o público

O Estado de S. Paulo

30 de outubro de 2014 | 03h00

Atualizado às 15h51.

SÃO PAULO - A USP fará, no próximo sábado, um teste para práticas esportivas no câmpus Butantã, na zona oeste da capital. Desde agosto, quando um ciclista morreu atropelado no local, a universidade revisa as regras de uso do local por atletas. Há propostas de estabelecer horários e rotas específicos para esse público. 

Ao longo de um percurso de aproximadamente seis quilômetros, serão distribuídos dez totens com informações sobre o teste e o mapa do trajeto. As Avenidas Prof. Mello Moraes, Prof. Almeida Prado, Prof. Luciano Gualberto, Prof. Lineu Prestes, a Praça do Relógio Solar e as ruas da Praça do Relógio e do Anfiteatro terão faixas segregadas para a atividade.

De acordo com a programação, o ciclismo esportivo será liberado entre 4h e 6h, com exceção da Rua do Matão. Já a corrida e a caminhada estarão autorizadas entre 7h e 12h. O treino será feito pela prefeitura do câmpus, em conjunto com a Associação dos Treinadores de Corrida, a Federação Paulista de Triathlon e esportistas independentes. 

Ainda não há, segundo a USP, outros testes previstos nem data para a conclusão de regras para o uso do local por atletas. Estima-se que, aos sábados, o câmpus receba aproximadamente 12 mil esportistas. 

Tragédia. Na manhã de 16 de agosto, o ciclista Álvaro Teno, de 65 anos, morreu após ser atropelado por um motorista na Cidade Universitária. A vítima corria dentro da USP havia 30 anos. Outras quatro pessoas também foram atingidas pelo automóvel. Os exames apontaram que o responsável pelo acidente estava embriagado.

Corredores e ciclistas fazem queixas constantes sobre a competição com os carros dentro do câmpus. O caso motivou protestos de atletas por mais segurança na Cidade Universitária.

Tudo o que sabemos sobre:
São PauloUSP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.