Campinas tem 12º ataque a ônibus em uma semana

Os veículos fazem parte da frota do transporte coletivo municipal; em um dos casos, adolescentes que estavam dentro do ônibus atearam fogo a um assento

José Maria Tomazela, O Estado de S.Paulo

03 Junho 2018 | 21h20

SOROCABA – Três ônibus foram apedrejados e tiveram os vidros quebrados por vândalos, na madrugada deste domingo, 3, em Campinas, interior de São Paulo. Um quarto coletivo sofreu um princípio de incêndio, mas as chamas foram controladas. De acordo com o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros da Região Metropolitana de Campinas (SetCamp), doze ônibus foram atacados na cidade desde o dia 28 de maio. A razão dos ataques é investigada pela Polícia Civil.

Os ônibus apedrejados fazem parte da frota do transporte coletivo municipal. Os ataques aconteceram em locais diferentes, mas na mesma região da cidade, na zona sul. No outro caso, adolescentes que estavam dentro do ônibus atearam fogo a um assento e desceram. O motorista apagou as chamas com a ajuda de um passageiro. Em ataques anteriores, três ônibus foram incendiados e ficaram destruídos.

Na sexta-feira, 1º, dois homens – pai e filho – foram presos após apedrejarem um ônibus. O veículo estava parado num ponto, no Jardim Londres. No dia anterior, um suspeito de participar do incêndio a um ônibus também foi detido. De início, as ações foram relacionadas à redução na frota em circulação devido à greve dos caminhoneiros. O serviço, no entanto, foi normalizado e as ações de vandalismo continuaram.

Mais conteúdo sobre:
Campinas [SP] ônibus vandalismo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.