Caminhoneiros: 27 presos após 92 bloqueios de estrada

Pelo menos 27 pessoas foram presas no País durante as manifestações de caminhoneiros realizadas nas estradas entre segunda-feira e anteontem. Segundo balanço da Polícia Rodoviária Federal, no mesmo período houve 92 bloqueios em rodovias federais e estaduais.

O Estado de S.Paulo

06 Julho 2013 | 02h06

Só no Rio Grande do Sul foram registrados 35 bloqueios em sete estradas. Pelo menos 50 caminhões foram apedrejados durante as manifestações.

Ontem, não houve registro de interdições em estradas - mas ainda havia reflexos nos trechos paralisados, como lentidão na BR-116, na Bahia. Após reação do governo federal, que mandou prender quem interditasse rodovias, e a morte de cinco pessoas durante manifestações, o Movimento União Brasil Caminhoneiro (MUBC) decidiu anteontem acabar com as interdições que atingiram estradas de nove Estados em quatro dias.

Na maior parte dos protestos, os motoristas reivindicavam a redução nas tarifas dos pedágios e do óleo diesel, mais segurança para os caminhoneiros que circulam à noite e mudanças na lei que regulamenta a profissão. O movimento não tinha apoio formal dos sindicatos de trabalhadores nem de empresários. Mas o governo federal mandou investigar a suspeita de locaute (greve patronal) e afirmou que não pretende negociar com a categoria.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.