Caminhões proibidos entre 5h e 21h na Marginal do Pinheiros e Bandeirantes

Restrição, entre 5h e 21h, também abrange as avenidas dos Bandeirantes e Roberto Marinho

Bruno Ribeiro, Marcela Spinosa, O Estado de S.Paulo

29 de julho de 2010 | 00h00

 

A partir de segunda-feira, o trânsito de caminhões na Marginal do Pinheiros e nas Avenidas dos Bandeirantes e Jornalista Roberto Marinho estará proibido. A medida, esperada desde a abertura do Trecho Sul do Rodoanel, em março, foi anunciada ontem pelo prefeito Gilberto Kassab (DEM). A intenção é reduzir os índices de lentidão em 20%.

 

Veja também:

link Vizinhança comemora e empresas reclamam

forum Você é contra ou a favor a proibição?

 

O novo pacote de restrições já era aguardado por empresários do setor de transporte, que reclamam do aumento de custos para percorrer a cidade. Em linhas gerais, o que o prefeito fez foi permitir que apenas caminhões pequenos, os Veículos Urbanos de Cargas (VUCs), possam entrar no centro expandido da capital, área que concentra mais trânsito. Os caminhões maiores, agora, só estão liberados à noite. Das 21 às 5 horas do dia seguinte.

Desde novembro de 2008, os VUCs só podiam circular se respeitassem um rodízio próprio. Além daquele obedecido por veículos comuns, eles tinham de circular em dias alternados, dependendo da placa - par ou ímpar. Agora, a Prefeitura cancelou esse rodízio específico, o que reduz o custo das empresas e facilita a entrada de mercadorias na cidade.

Segundo o secretário dos Transportes, Marcelo Branco, embora as mudanças já comecem a valer na próxima segunda-feira, na volta às aulas da rede particular, as multas para os infratores só serão cobradas "dentro de três ou quatro semanas", quando toda a sinalização estiver instalada nas vias. A multa para quem furar as regras será de R$ 84,15 e renderá quatro pontos na carteira.

Exceções. Alguns caminhões estão livres da proibição, desde que façam cadastro na Prefeitura. Podem solicitar a isenção veículos que transportem produtos perecíveis, guinchos e caminhões que realizam obras e serviços de emergência, entre outros veículos. Os Veículos Urbanos de Carga (VUCs) estão fora da restrição, mas também precisam fazer um cadastro na Prefeitura.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.