Caminhão de bombeiro mata criança no Rio

ACIDENTE

, O Estado de S.Paulo

31 Janeiro 2011 | 00h00

Uma menina de 5 anos morreu na manhã de ontem depois que um caminhão do 22.º Grupamento de Bombeiros Militares do Rio, localizado em Volta Redonda, perdeu o freio, desceu uma pista em declive e atingiu a casa da criança. No acidente também ficaram feridos o pai de Estéfane, Marcelo Batista Mota, de 25 anos, e a irmã, Ana Gabriela, de 4. O caminhão era usado no combate a um incêndio em uma oficina e estava com o motor em funcionamento para acionar a bomba de água, quando, aparentemente, o freio de mão se soltou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.