Anterior ao rompimento. Reprodução/Google Street View
Anterior ao rompimento. Reprodução/Google Street View

Caminhão abre cratera e rompe adutora no Jabaquara

Buraco de mais de 2 metros de diâmetro expôs corrente de água de uma adutora; rua Soares de Avellar foi interditada e Sabesp foi acionada

Bibiana Borba, O Estado de S.Paulo

10 Outubro 2017 | 06h33

SÃO PAULO - Uma cratera de mais de dois metros de diâmetro foi aberta e uma adutora de água foi rompida na Rua Soares de Avellar, no Jabaquara, na zona sul da capital, na madrugada desta terça-feira, 10. Um buraco já existia no local, mas foi a passagem de um caminhão que provocou o rompimento de quase toda a pista de veículos, conforme a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET).

+ Motociclista gravado a 400 km/h na Anhanguera tem habilitação suspensa

A rua, paralela à Avenida Afonso D'Escragnolle Taunay (continuação da Bandeirantes), foi interditada e a Companhia de Saneamento do Estado (Sabesp) foi acionada para fazer o reparo. Não há previsão de liberação do trânsito no local. Há congestionamento no sentido centro da Bandeirantes em razão do bloqueio.

+ Prefeitura de SP registra recorde de reclamações não atendidas no 156

O caminhão que provocou o bloqueio, que transportava argamassa, não teria respeitado a sinalização e ficou preso no buraco por volta das 3h30. Um guincho da CET o removeu depois das 6 horas da manhã. Até em torno das 8 horas, a carga de sacos de argamassa continuava derramada ao lado da cratera. Equipes faziam o escoamento da água da adutora antes de iniciar o conserto.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.