Câmeras registram morte de bancário em tentativa de assalto

Após reagir a uma tentativa de assalto, o bancário Delclécio Leda Azevedo Neto, de 46 anos, foi morto com dois tiros no domingo em um caixa eletrônico do Banco do Brasil em Goiânia. O crime foi gravado por câmeras da agência e chocou pela violência do atirador. As imagens foram divulgadas ontem.

RUBENS SANTOS , ESPECIAL PARA O ESTADO, GOIÂNIA, O Estado de S.Paulo

18 Novembro 2011 | 03h03

A polícia investiga a participação de um terceiro suspeito na ação. D.A.M., de 18 anos, deve apresentar-se à polícia hoje. Ele foi apontado por testemunhas como participante do crime, mas nega a acusação.

A delegada Leilany Batista Marciano disse que o bancário não sacou dinheiro. "Algo aconteceu, ele não conseguiu sacar. O assaltante tomou a carteira com documentos depois do confronto, atirou e fugiu."

Denúncias anônimas levaram a polícia ao esconderijo de Rafael Ayreston da Silva, de 22 anos, apontado como assassino. Preso, ele também nega a acusação, mas passou a ser investigado por envolvimento em outros roubos. Um menor apreendido na segunda-feira é outro acusado do crime.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.