Câmera flagra fuga de presas em Votorantim-SP

Uma câmera de vídeo instalada no pátio da Cadeia Feminina de Votorantim, na região de Sorocaba, interior de São Paulo, flagrou o momento em que um grupo de presas serrou as grades e saiu no pátio interno, na madrugada desta terça-feira, 4. As detentas usariam uma "tereza", corda feita com lençóis, para pular a muralha e escapar. A cadeia fica próxima do centro da cidade. Um carcereiro viu as cenas captadas pela câmera no monitor, na área de segurança da cadeia, e acionou o alarme. Quando a cadeia foi cercada pela Polícia Militar, as presas desistiram da fuga e retornaram para as celas. As detentas reclamam do excesso de lotação. A cadeia tem capacidade para 48 presas, mas estava com 185. Esta foi a terceira tentativa de fuga em menos de uma semana. Na quinta-feira, as detentas renderam um carcereiro, mas não conseguiram chegar ao portão. No domingo, serraram as grades e 4 líderes foram removidas. O delegado Hamilton Gianfratti pede a transferência para o sistema prisional de 24 detentas que já foram condenadas.

JOSÉ MARIA TOMAZELA, Agencia Estado

04 de setembro de 2007 | 17h57

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.