Leonardo Soares/AE-20/4/2010
Leonardo Soares/AE-20/4/2010

Câmara terá sessões ao vivo na internet

Transmissões começam hoje; cobertura na web abrange seis salas da Casa simultaneamente

Diego Zanchetta, O Estado de S.Paulo

15 Fevereiro 2011 | 00h00

A TV Câmara vai transmitir a partir de hoje, ao vivo na internet, todas as sessões ordinárias, extraordinárias e as audiências públicas do Legislativo. A transmissão em tempo real será levada ao ar durante as 12 horas de programação diária da emissora, que tem 60 funcionários e orçamento de R$ 12,5 milhões em 2010.

A cobertura abrange de forma simultânea as seis salas de eventos do Palácio Anchieta, na região central da capital, onde foram instalados telões para reproduzir o que vai ao ar. Até dezembro, apenas as sessões realizadas três vezes por semana, às terças, quartas e quintas-feiras, podiam ser acompanhadas pela TV Câmara. Agora, todas as discussões em audiências, como os debates sobre projetos de urbanização e a legalidade das propostas dos vereadores, poderão ser vistas na web, no www.camarasp.tv.br.

Toda semana, secretários do governo Gilberto Kassab (DEM) vão depor nas comissões da Câmara para falar sobre problemas e os investimentos da Prefeitura. Quando ocorre um reajuste de Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) ou da passagem de ônibus, o secretário responsável pela área tem de apresentar as justificativas aos vereadores da Comissão de Finanças. Essas audiências, que agora estarão na internet em tempo real, normalmente são acompanhadas apenas por assessores de vereadores, jornalistas e lideranças comunitárias.

"A Câmara pode agora mostrar a atuação parlamentar a milhares de pessoas que desconhecem o trabalho do seu vereador", argumentou Netinho de Paula (PCdoB), que é primeiro secretário da Mesa Diretora e um dos responsáveis pelo canal legislativo. Quem gerencia o contrato da emissora desde 2009 é a Fundação para o Desenvolvimento das Artes e da Comunicação (Fundac).

Público. Segundo o presidente da Câmara, José Police Neto (PSDB), muitas informações das atividades parlamentares não chegavam a um público maior. "As pessoas precisam conhecer o projeto antes de ele ser levado a votação. Essa é a proposta da emissora ao ampliar suas transmissões", afirmou. "O cidadão pode se programar para assistir, pois toda a programação vai ser divulgada com 48 horas de antecedência."

Pelo novo formato será possível assistir a uma sessão de votação e a uma eventual audiência pública ao mesmo tempo, com dois ícones abertos na tela do site da Câmara. Apesar das novas transmissões, o orçamento da TV Câmara não vai crescer, segundo os parlamentares. A Mesa Diretora do Legislativo estuda fazer uma nova licitação para o serviço.

FICHA TÉCNICA

Programação do canal de televisão é retransmitido no site www.camarasp.tv.br

Emissora: TV Câmara de São Paulo (canal 21 da televisão a cabo)

Dias: a programação pode ser livremente acompanhada de segunda a sexta-feira

Horário: das 12h às 20h e das 2h às 6h

Número de funcionários pagos pelo Legislativo: 60 Orçamento definido para este ano: R$ 12,5 milhões

Telespectadores: 45 mil por minuto, segundo aferições feitas pelo Ibope

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.