Câmara Municipal altera funcionamento do sistema de presença e de votação

'Estado' revelou que funcionários marcavam nomes de vereadores ausentes em sessões no painel eletrônico

Adriana de Souza Ferraz e Diego Zanchetta, O Estado de S.Paulo

01 de agosto de 2012 | 13h20

A Câmara Municipal de São Paulo alterou o funcionamento do sistema de controle de presença e de votação dos vereadores. Um mês após o 'Estado' revelar, em uma série de reportagens, que funcionários da Mesa Diretora marcavam nomes de parlamentares ausentes em sessões no painel eletrônico, a Casa publicou hoje uma portaria no Diário Oficial da Cidade que reduz as atividades dos servidores do Centro de Tecnologia da Informação (CTI) em plenário.

A partir de agora, o grupo que tinha como líder José Luiz dos Santos, o Zé Careca, passará a trabalhar em conjunto com funcionários da Secretaria Geral Parlamentar e do Centro de Tecnologia da Informação.

A portaria define também mudanças na forma como é feito o registro das presenças na internet - a divulgação online permite ao eleitor acompanhar quem comparece às sessões. Até junho, havia três listas disponíveis no site da Câmara Municipal. Uma informava os vereadores supostamente presentes na sessão ordinária. Outra mostrava quem teria comparecido na sessão extraordinária e a terceira, indicava um resumo do dia.

Faltas não justificadas rendem descontos de R$ 465 na folha de pagamento. A expectativa agora que essa última lista seja extinta.

A alteração no sistema de marcação de presença é a segunda promovida pela Casa em menos de 20 dias. Em 13 de junho, o presidente José Police Neto (PSD) anunciou oficialmente que os parlamentares só terão seus nomes assinalados no painel a partir da verificação de suas digitais.

A senha de quatro dígitos usada até por funcionários foi extinta. Também foi decida a retirada de um painel existente ao lado do elevador de uso exclusivo dos vereadores, a fim de evitar que eles marquem presença sem pisar no plenário.

A primeira sessão plenária realizada nos novos moldes de operação acontece hoje, a partir das 15h, no Palácio Anchieta, centro da cidade.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.