Câmara de SP proíbe entrada com chinelo ou bermuda

Ordem interna da Casa desta quarta-feira, 6, diz que quem tentar entrar com essas vestimentas será 'impedido'

Adriana Ferraz e Diego Zanchetta,

06 de fevereiro de 2013 | 13h24

SÃO PAULO - Em mais uma medida para restringir o acesso às suas dependências, a Câmara Municipal de São Paulo proibiu a entrada de pessoas trajando shorts, bermudas ou chinelos no Palácio Anchieta, no centro da cidade. A ordem interna foi transmitida nesta quarta-feira, 6, aos funcionários da Casa. 

Segundo o setor de Recursos Humanos, policiais militares vão barrar qualquer pessoa que tentar entrar na Casa com as vestimentas vetadas. No início do ano, a chefia de gabinete da Presidência já havia proibido a distribuição de café no primeiro andar. E as mudanças não devem parar por aí. Estão em estudo regras mais rígidas de segurança, como instalação de detectores de metal nas entradas na Casa.
Tudo o que sabemos sobre:
mendigos, câmara, trajes

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.