Câmara de SP é alvejada por quatro disparos

A fachada do Palácio Anchieta, sede da Câmara Municipal de São Paulo, foi alvejada por quatro tiros na madrugada de sexta para sábado da semana passada. Os disparos atingiram as paredes de vidro do térreo, quebrando vidraças. Nenhum funcionário da Câmara foi atingido - naquele horário, apenas seguranças estavam trabalhando. A Câmara está em recesso, sem sessões legislativas.

O Estado de S.Paulo

23 de julho de 2013 | 02h12

A presidência da Câmara registrou um boletim de ocorrência no 1.º Distrito Policial, que apura o caso.

Comentários na Casa ontem faziam ligação entre o disparos e a realização da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investiga o setor de transportes da cidade, informação que a polícia não confirmou.

O presidente da CPI, Paulo Fiorilo (PT), afirmou, no entanto, que não tinha conhecimento dos disparos. Informação parecida foi dada pelo vereador Milton Leite (DEM), integrante da comissão e ligado a cooperativas de lotações da zona sul da cidade, que desconversou. "Não posso imaginar o que motivou esse atentado", disse.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.