Câmara de SP aprova aumento de Kassab e secretários

Salário do prefeito vai passar de R$ 20 mil para R$ 24 mil; tramitação levou apenas duas semanas

Diego Zanchetta, O Estado de S. Paulo

04 Julho 2011 | 17h23

SÃO PAULO - Por 40 votos a 14, a Câmara Municipal de São Paulo aprovou hoje em segunda votação o projeto que aumenta o salário do prefeito Gilberto Kassab (sem partido) e de seus 27 secretários. Os vencimentos de Kassab vão passar de R$ 20 mil para R$ 24 mil. O salário dos secretários terá reajuste de 250%, de R$ 5.504,35 para R$ 19.294,10. .

 

A votação definitiva desta segunda-feira foi realizada sob gritos de "vergonha" da arquibancada da casa. Toda a tramitação do projeto levou apenas duas semanas. O impacto estimado nas contas públicas é de R$ 4,8 milhões.

 

Em fevereiro, o prefeito já havia aumentado seu salário sem alarde, com base em um decreto de 1993, de R$ 12 mil para R$ 20 mil. O reajuste está sob investigação do Ministério Público Estadual. Pela Lei Orgânica do Município, só a Mesa Diretora da Câmara pode fixar os vencimentos do chefe do Executivo.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.