Câmara de SP aprova 348 novos cargos

Por 43 votos favoráveis e seis contrários, a Câmara Municipal autorizou ontem o prefeito Fernando Haddad (PT) a criar 348 cargos para a formação de novas secretarias. O impacto financeiro previsto para os cofres públicos é de R$ 24 milhões por ano. Apenas o vereador Ricardo Young (PPS) se absteve da votação. O custo extra ocorrerá mesmo com a extinção de outros 596 postos. Os cargos incluem os de secretário (salário de R$ 20 mil) e chefe de gabinete (R$ 17,5 mil).

O Estado de S.Paulo

09 Maio 2013 | 02h04

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.