Caixas-pretas do 447 terão dados revelados hoje

França dará hoje um passo decisivo para esclarecer à opinião pública mundial as causas do acidente do voo Air France 447, ocorrido entre o Rio e Paris em 31 de maio de 2009. Pressionado por especulações crescentes sobre a suposta responsabilidade dos pilotos no desastre, o Escritório de Investigação e Análise para a Aviação Civil (BEA) vai divulgar a análise preliminar das caixas-pretas, recuperadas no Atlântico no início do mês.

Andrei Netto, O Estado de S.Paulo

27 Maio 2011 | 00h00

O informe será austero e seco. Ele será feito por meio de um comunicado a ser distribuído à imprensa internacional às 8h, no horário de Brasília. O objetivo da direção do BEA é acabar com os rumores alimentados pelo Le Figaro, da França, Der Spiegel, da Alemanha, e Wall Street Journal, dos Estados Unidos. Os três apontaram que o comandante do Airbus A330-200, Marc Dubois, não estaria em seu assento no momento em que a aeronave apresentou as primeiras panes.

Essa versão é contestada por sindicatos da categoria na França e por especialistas independentes. Para eles, o Airbus teve uma falha de aferição da velocidade, provocada por uma pane dos tubos pitot.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.