Caixas-pretas do 447 terão dados revelados hoje

França dará hoje um passo decisivo para esclarecer à opinião pública mundial as causas do acidente do voo Air France 447, ocorrido entre o Rio e Paris em 31 de maio de 2009. Pressionado por especulações crescentes sobre a suposta responsabilidade dos pilotos no desastre, o Escritório de Investigação e Análise para a Aviação Civil (BEA) vai divulgar a análise preliminar das caixas-pretas, recuperadas no Atlântico no início do mês.

Andrei Netto, O Estado de S.Paulo

27 de maio de 2011 | 00h00

O informe será austero e seco. Ele será feito por meio de um comunicado a ser distribuído à imprensa internacional às 8h, no horário de Brasília. O objetivo da direção do BEA é acabar com os rumores alimentados pelo Le Figaro, da França, Der Spiegel, da Alemanha, e Wall Street Journal, dos Estados Unidos. Os três apontaram que o comandante do Airbus A330-200, Marc Dubois, não estaria em seu assento no momento em que a aeronave apresentou as primeiras panes.

Essa versão é contestada por sindicatos da categoria na França e por especialistas independentes. Para eles, o Airbus teve uma falha de aferição da velocidade, provocada por uma pane dos tubos pitot.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.