Caixa eletrônico pega fogo e bandidos desistem de ação em Guarulhos

Bandidos fugiram sem conseguir levar nada; PM foi avisada pela empresa que cuida da segurança do banco

Pedro da Rocha e Ricardo Valota, do estadão.com.br,

09 de agosto de 2011 | 04h50

SÃO PAULO - Criminosos que tentavam assaltar um caixa eletrônico em Guarulhos, na Grande São Paulo, desistiram da ação após o equipamento pegar fogo na madrugada deste terça-feira, 9. Eles tentaram cortar a chapa de aço da máquina para realizar o assalto, mas deixaram o local após o caixa pegar fogo.

A agência bancária do Santander localizada no número 404 da Avenida Santos Dumont, região de Cumbica, Guarulhos, na Grande São Paulo. No local, foram abandonadas duas garrafas pet, aparentemente com água - utilizada para resfriar o metal durante o corte -, um alicate, ferramenta com a qual os criminosos iriam puxar a chapa de aço cortada e uma sacola esportiva, para colocar o dinheiro.

 

A Polícia Militar foi avisada pela empresa de segurança privada do banco, mas não chegaram a tempo de localizar algum suspeito na região. "Eles provavelmente utilizaram um maçarico para cortar a chapa de aço da máquina, mas devem ter resolvido abandonar o local por o caixa ter pegado fogo", contou o soldado Wilson dos Santos, da 2ª Companhia do 44º Batalhão, que atendeu a ocorrência.

 

A porta de vidro da entrada do banco não foi arrombada. Nada foi levado do caixa eletrônico, que fica instalado numa área do hall de entrada cuja visão para quem passa na avenida é prejudicada pela parede do banco. Este pode ter sido o motivo pelo qual os criminosos escolheram essa agência e não uma localizada em frente, do outro lado da rua. Não se sabe quantos eram os criminosos nem em que veículos fugiram. O caso será registrado no 7º Distrito Policial da cidade.

 

Ataques. De janeiro até julho, já são 94 casos de ataques a caixas eletrônicos ocorridos, no período noturno, na região metropolitana de São Paulo e apurados pela reportagem do estadão.com.br. Foram 48 casos na capital e 46 nas cidades da Grande São Paulo. Em 63 dos 94 casos, os criminosos estavam munidos de explosivos; e, em 26, de maçaricos, segundo a polícia. Nos outros quatro casos, os bandidos tentaram ou conseguiram carregar o caixa. Com 13 casos, Guarulhos é a cidade da Grande São Paulo onde mais ataques a caixas eletrônicos foram registrados neste ano até o momento.

 

Atualizada às 8h30

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.