Caixa eletrônico é alvo de criminosos outra vez em Itapevi, na Grande SP

Em ambos os casos, criminosos fugiram sem levar nada ao perceberem que a PM se aproximava

Ricardo Valota, O Estado de S.Paulo,

22 de agosto de 2012 | 05h26

SÃO PAULO - Munidos possivelmente de dinamite, bandidos explodiram, no início da madrugada desta quarta-feira, 22, um caixa eletrônico do Bradesco dentro de um quiosque instalado em frente ao estacionamento do Hospital e Maternidade Nova Vida, na Rua Bonifácio Abreu, no bairro dos Abreus, em Itapevi, região oeste da Grande São Paulo.

 

Moradores acionaram a Polícia Militar, que chegou rapidamente no local, obrigando os criminosos a fugir, supostamente antes de recolher o dinheiro do cofre. O local foi isolado para o trabalho dos peritos do Instituto de Criminalística (IC). O caso seria registrado na Delegacia Central de Itapevi.

 

Este mesmo caixa foi alvo de criminosos no dia 4 de abril deste ano. Na ocasião, os criminosos instalaram um artefato no equipamento, mas o vigilante do hospital percebeu a ação dos bandidos e acionou a PM. Assim que perceberam que a Polícia Militar tinha sido avisada, os suspeitos fugiram, deixando os explosivos no local. O Grupo de Ações Táticas Especiais (GATE), da PM, estiveram no local e retiraram o explosivo.

 

Somente neste ano, ocorreram pelo menos 65 ataques a caixas eletrônicos na Região Metropolitana de São Paulo. Foram 26 casos na capital e 39 nas demais cidades. Dos 65 ataques, 37 ocorreram com a utilização de explosivos. Os maiores alvos dos bandidos foram as agências bancárias (28), supermercados (15 casos) e postos de combustível (5).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.