Cai número de mortes no feriado de Corpus Christi

Na comparação com o ano passado, queda foi de 35% no País; registro de acidentes cresce nas rodovias estaduais de SP

Paulo Saldaña, O Estado de S.Paulo

28 de junho de 2011 | 00h00

O número de mortes nas rodovias do País apresentou queda de mais de 30% no feriado prolongado de Corpus Christi. Nas rodovias estaduais de São Paulo, foram registrados 35 mortes, índice 39% menor frente o mesmo feriado de 2010.

Entre a última quarta-feira e anteontem, foram contabilizados 1.302 acidentes - ante 1.256 registrados em 2010 (3,7% de aumento). Foram 721 feridos. As vias federais que cortam o Estado também tiveram queda no número de mortes. Neste ano, duas pessoas morreram - em relação às seis mortes do ano passado, a queda foi de 66,7%. Houve 147 acidentes, com 55 feridos, índices praticamente estáveis.

Nas rodovias federais, foram contabilizadas 85 mortes, uma redução de 35% em relação ao ano passado, quando houve 131.

Foram 2.073 acidentes, com 1.232 feridos - registros entre os dias 23 e 26 e menores que os de 2010. As maiores quedas no registro de mortes ocorreram em Minas Gerais, de 24 para 14 - 49% menos. Espírito Santo aparece na sequência, com duas mortes, queda de 82%.

Trânsito. A volta do feriado causou grande congestionamento na manhã de ontem na capital paulista. Às 10 horas, a cidade tinha 142 quilômetros de lentidão, índice 52% superior à média para o horário.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.